Fórum de Sustentabilidade e Governança

O caminho natural do desenvolvimento.

21 e 22 de Agosto de 2018
Curitiba | Paraná | Brasil

Palestrantes

Alex Sandro Felil

Alex Sandro Feil é Superintendente de Comunicação e Relações Institucionais da ANEEL, responsável por promover a comunicação e o relacionamento institucional com os públicos interno e externo, e também, pelo acompanhamento do Contrato de Gestão e das Metas Institucionais. Ingressou na ANEEL em 2005, como servidor público federal da carreira de Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Energia, sendo lotado na Superintendência de Medição Administrativa Setorial - SMA. Em 2007 foi nomeado Assessor da área e 2009, nomeado Superintendente da SMA/ANEEL. Entre janeiro e maio de 2015 esteve lotado na Assessoria da Diretoria e, em maio de 2015, foi nomeado Superintendente de Comunicação e Relações Institucionais. Anteriormente atuou nos segmentos de geração e comercialização de energia elétrica e gestão de recursos hídricos (1998 a 2005).

Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná - UFPR e Advogado com formação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), possui os títulos de Especialista em Gestão Técnica de Concessionárias de Energia Elétrica (UFPR) e de Mestre em Engenharia Hidráulica (UFPR).


Alexandre Mansur

Alexandre Mansur é editor executivo da marca Época (revista Época). Coordena a cobertura de meio ambiente, os projetos especiais e a atuação digital da marca. Edita o Blog do Planeta e coordena o Prêmio Época Empresa Verde. Também é integrante do conselho do Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), do Greenpeace e da Fundação Grupo Boticário de Proteção a Natureza.

Trabalhou em vários veículos de imprensa como o Jornal do Brasil e a revista Veja. Recebeu prêmios internacionais como o Reuters-IUCN Media Award. e nacionais como a 7° edição do Prêmio CPFL de Imprensa, o Prêmio CEBDS de Desenvolvimento Sustentável, o Prêmio Embratel de Mídia Não-Especializada e o Prêmio Jornalistas & Cia / HSBC de Imprensa e Sustentabilidade.

Graduado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e possui MBA em Gestão da Sustentabilidade pela Fundação Getúlio Vargas.


Carlos Rittl

Carlos Rittl em 2013, assumiu a Secretaria Executiva do Observatório do Clima, entidade brasileira criada em 2002, composta por 40 organizações não governamentais e movimentos sociais do país, voltada ao diálogo, das políticas públicas e processos de tomada de decisão sobre mudanças climáticas tanto no Brasil como no mundo.

Atua há 22 anos na área ambiental e, nos últimos dez anos, dedica-se ao tema de mudanças climáticas, tendo ocupado posições de liderança na agenda de clima e energia, como a frente do Programa de Mudanças Climáticas e Energia do WWF-Brasil e da Campanha de Clima do Greenpeace Brasil. Ao longo de sua carreira, vem atuando no debate das políticas públicas sobre florestas, mudanças do clima, energia e sustentabilidade no Brasil, engajando-se nas negociações multilaterais da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (UNFCCC), a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), e outros temas de sua especialidade.

Graduado pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo. Possui Mestrado e Doutorado em Biologia Tropical e Recursos Naturais, pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA).


Cristiane Lourenço

Cristiane Lourenço é Gerente de Desenvolvimento Sustentável e Parcerias na Cadeia de Valor na Bayer, responsável pelo desenvolvimento e implementação de projetos que tornem a companhia referência na agricultura moderna e sustentável, desenvolvendo parcerias com indústrias, supermercados e consumidores a fim de valorizar e reconhecer os agricultores que produzem de acordo com os mais elevados padrões de produção.

Possui experiência na área de Sustentabilidade gerenciando projetos em países como Índia, EUA e Reino Unido. Antes de juntar-se a Bayer, atuou por cinco anos com Sustentabilidade e Inovação na Unilever.

Graduada em Relações Públicas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e pós-graduada em Negócios Sustentáveis pela Universidade de Cambridge e em Biopsicologia pelo Instituto Visão de Futuro.


Eloy Casagrande

Eloy Fassi Casagrande Junior é representante na Região Sul da Associação Brasileira de Materiais e Tecnologias Não Convencionais (ABMTENC). Consultor ad hoc nas áreas de meio ambiente e design do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Fundação Araucária, professor de Gestão Ambiental no Departamento Acadêmico de Construçáo Civil da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) dos Programas de Pós-Graduaçáo em Tecnologia e em Engenharia Civil, onde atua nas linhas de pesquisas voltadas para a sustentabilidade.

Coordena o Curso de Especialização em Construções Sustentáveis e o Projeto "Escritório Verde", uma construção sustentável modelo realizada em parceria com mais de 60 empresas. Autor do livro "Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável". Foi eleito por jornalistas do Paraná com o Prêmio "Talentos do Brasil" na área de sustentabilidade (Revista Contigo). Recebeu também os Prêmios "Sustentabilidade" (Santander Universidades) e "Educação para a Sustentabilidade" (Universidade das Nações Unidas). Membro fundador do CRIE - Curitiba, do RCE (Regional Center of Expertise) e do programa de educação para o desenvolvimento sustentável da Universidade das Nações Unidas.

Graduado em Design pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), PhD em Engenharia de Recursos Minerais e Meio Ambiente (Universidade de Nottingham, Reino Unido) e Pós-Doutor em Inovação Tecnológica e Sustentabilidade (Instituto Superior Técnico de Lisboa, Universidade Técnica de Lisboa). Possui curso de Auditoria Ambiental pelo EARA (Reino Unido) e estágio no programa DAAD na Alemanha, junto ao Instituto de Pesquisa em Energia e Meio Ambiente (IFEU, Heidelberg). Orientou mais de 30 teses de mestrado e é autor de mais de 120 publicações técnico-científicas tanto a nível nacional como internacional.


Enio Marcus Brandão Fonseca

Enio Marcus Brandão Fonseca é Presidente do Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico (FMASE) e Superintendente de Gestão Ambiental da Geração e Transmissão da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG). Membro do Conselho de Política Ambiental do Estado de Minas Gerais. Membro de diversos grupos de trabalho a nível estadual e nacional na área ambiental. Atuou como executivo do Instituto Estadual de Florestas.

Engenheiro Florestal pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Especialização em Engenharia Ambiental pelo IETEC e em Proteção Florestal pelo NARTC e CONAF. MBA em Gestão Executiva pela FGV e em Gestão Sustentável de Florestas pela Ecobusines Scholl.


Everton Drohomeretski

Everton Drohomeretski, é Pró-Reitor da FAE Centro Universitário e professor do curso de Engenharia de Produção da PUCPR. Tem experiência acadêmica e profissional nas áreas de Supply Chain, Logística de Suprimentos, Planejamento e Controle da Produção, Logística Industrial, Administração da Produção, atuando principalmente nos seguintes temas: gerenciamento da cadeia de suprimentos, lean and green supply chain, produção enxuta, estratégia de operações, controle de estoques e planejamento e controle da produção.

É consultor atuante nas área de Logística Industrial, Controle de Estoques e Lean Manufacturing.

Doutor em Engenharia de Produção e Sistemas pela PUCPR, Mestre em Engenharia de Produção e Sistemas pela PUCPR, especialista em Logística Empresarial pela FAE/CDE e em Administração Estratégica pelo CEDAEM. Possui bacharelado em Administração pela FAE Centro Universitário atualmente.


Ivan Tomaselli

Ivan Tomaselli é Presidente da STCP, possui mais de 35 anos de experiência no desenvolvimento de projetos relacionados à indústria e mercado de produtos florestais, bem como políticas e programas setoriais.

Tem atuado como coordenador de projetos e como consultor da empresa e de organismos internacionais como: FAO (Food and Agriculture Organization), ITC (International Trade Center), ITTO (International Tropical Timber Organization), Banco Mundial, CIFOR (Center for International Forestry Research), IIED (International Institute of Environment and Development). Publicou mais de 160 trabalhos e proferiu aproximadamente 200 palestras e cursos em todo o mundo. Professor aposentado da Universidade Federal do Paraná e Vice-Presidente de Tecnologia e Desenvolvimento da ABIMCI (Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente).

Tomaselli é graduado em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná. Possui Mestrado em Tecnologia da Madeira pela, Universidade Federal do Paraná e Doutorado pela Universidade de Melbourne, Austrália, além de Pós-Doutorado pelo Centro Federal de Pesquisas e Produtos Florestais, Hamburgo, Alemanha.


João Francisco Linhares Zeni

João Francisco Linhares Zeni é gerente de Sustentabilidade, membro do comitê estratégico de Sustentabilidade AMCHAM (American Chamber of Commerce for Brazil). Possui boa experiência em Sustentabilidade em Instituições financeiras e em Sustentabilidade no setor de Telecomunicações.

Foi responsável por projetos como, desenvolvimento de estratégia de Sustentabilidade para a GVT e novo alinhamento para Telefônica (inserção da Sustentabilidade no negócio e na experiência do cliente), entrega de prédios verdes, ISO14001, ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial), DJSI (Dow Jones Sustainability Index), Relatórios de Sustentabilidade, entre outros.

Engenheiro Ambiental pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR, Engenheiro de Segurança do Trabalho pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, onde também realizou pós-graduação em Economia e Meio Ambiente. Pós-graduado em Análise ambiental pela Universidade Federal do Paraná e cursou Sustentabilidade para Executivos na Cambridge University.


Joésio Siqueira

Joésio Deoclécio Pierin Siqueira é Sócio e Vice-Presidente da STCP Engenharia de Projetos Ltda. Possui mais de 35 anos de experiência na coordenação e elaboração de projetos relacionados ao meio ambiente e sustentabilidade tendo ministrado mais de 200 palestras relacionadas a estes temas. Coordenador e Responsável Técnico pelo licenciamento ambiental de mais de 40 empreendimentos no Brasil e pela elaboração de planos de manejo em florestas tropicais e em Unidades de Conservação que superam a mais de 11 milhões de hectares.

Realiza estudos de viabilidade econômica e financeira para projetos do agronegócio e industrial. Participa da elaboração de planos de desenvolvimento local, regional e nacional para atividades do agronegócio, além de participar de inúmeras consultas relacionadas a legislação ambiental e florestal, políticas públicas e programas setoriais. Tem atuado intensivamente em projetos ambientais na Amazônia brasileira e em países vizinhos (Equador, Peru, Bolívia e Colômbia).

Joésio Siqueira é graduado em Engenharia Florestal e Engenharia de Segurança pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Administração Pública pela Universidade de São Paulo, Mestre em Manejo Florestal e Doutor em Economia e Política Florestal pela Universidade Federal do Paraná.


José Carlos Carvalho

José Carlos Carvalho é Sócio-Diretor da Seiva Consultoria em Meio Ambiente & Sustentabilidade, uma empresa especializada em Meio Ambiente e Sustentabilidade, e percorre o país participando de conferências, palestras e seminários.

Foi Secretario de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável em Minas Gerais e posteriormente foi para Brasília, onde atuou como secretário-executivo do Ministério do Meio Ambiente. Assumiu a pasta do Ministério do Meio Ambiente, no final do governo Fernando Henrique Cardoso. E posteriormente retornou a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável em Minas Gerais.

Também chefiou a delegação brasileira na Conferencia das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a RIO + 10 em 2002 e presidiu o Fórum de Ministros de Meio Ambiente da América Latina e Caribe, além de ativa participação nas Conferências da ONU sobre Mudanças Climáticas e Conservação da Diversidade Biológica, no Comitê de Florestas da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) e nas reuniões anuais da Organização Internacional de Madeiras Tropicais (OIMT).

Analista de Meio Ambiente, aposentado, do Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais, do qual foi Diretor Técnico e Diretor Geral, por 12 anos. Ex-Secretário Geral do extinto IBDF e Diretor do IBAMA, Graduado em Engenharia Florestal pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.


Kalil Cury Filho

Kalil Cury Filho nos últimos anos dedica-se às questões do desenvolvimento sustentável em uma parceria entre a Partner Desenvolvimento e a GIST Advisory e também com a TRUCOST.

Na Partner Desenvolvimento vem prestando consultoria a empresas e instituições para a estratégia de sustentabilidade e para a incorporação e valoração de externalidades nas práticas de gestão e nos reportes. Adicionalmente é membro do Conselho Consultivo do Planeta Sustentável, plataforma de comunicação do grupo Abril para os temas da Sustentabilidade, do Conselho Consultivo da ABERJE e do Conselho da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil em São Paulo.

Atuou na área de engenharia em grandes projetos de infraestrutura, como transportes, geração de energia e telecomunicações, com foco nas parcerias nacionais e internacionais entre os setores público e privado. Foi membro do Conselho Consultivo do Planeta Sustentável e Secretário do Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio do Estado do Paraná na gestão do Governador Jaime Lerner (1995).

Engenheiro civil com mestrado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e com pós-graduação em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas e pela Harvard Business School. Foi ainda professor da Escola de Engenharia Mauá na disciplina Construção Geral e Pesada do curso para engenheiros civis.


Karin Kässmayer

Karin Kässmayer é Consultora Legislativa do Senado Federal na área de Meio Ambiente. Advogada com ênfase em Direito Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: direito ambiental, direitos humanos e fundamentais, desenvolvimento sustentável, direito urbanístico e gestão urbano-ambiental.

Foi Professora Adjunta de Direito Ambiental da Universidade Federal do Paraná (2010- 2014). Ex-Professora do Curso de Mestrado e Doutorado em Gestão Urbana da PUCPR.

Graduada em Direito pela Universidade Federal do Paraná, mestre em Direito Econômico e Social (linha de pesquisa Direito Socioambiental) pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná e é doutora em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná, tendo realizado Doutorado Sanduíche na Universidade de Tübingen, Alemanha. Sua tese, com o título "Cidade, Riscos e Conflitos Socioambientais Urbanos: desafios à regulamentação jurídica na perspectiva da justiça socioambiental" foi aprovada com menção de distinção e louvor e obteve o prêmio ANNPAS de melhor tese de doutorado em 2010.


Malu Nunes

Malu Nunes é Diretora executiva da Fundação Grupo Boticário e gerente de sustentabilidade do Grupo Boticário.

Malu ingressou na Fundação Boticário em 1991, tornando-se gerente em 2000 e diretora executiva em 2006, tendo assim participado da ou liderado a construção de estratégias fundamentais para os resultados e a imagem alcançadas pela organização atualmente. Desde 2009, Malu também acumula a gerencia de Sustentabilidade do Grupo Boticário, onde seu maior desafio é inserir o tema, de maneira integrada, sistêmica e com visão de longo prazo, em todas as atividades corporativas. Adicionalmente, Malu integra os conselhos diretores do Centro de Ação Voluntária de Curitiba, da Associação O Eco (site de notícias O Eco), da Sociedade para a Conservação das Aves do Brasil (SAVE Brasil) e do Instituto LIFE, que criou e gere a Certificação LIFE de negócios e biodiversidade, da qual foi uma das idealizadoras.

Com consistente trajetória de atuação relacionada a conservação da natureza, investimento social privado, responsabilidade social corporativa e sustentabilidade, em 2013 Malu foi escolhida "Líder Sustentável", categoria executivo, do Prêmio ABF-Afras Destaques em Sustentabilidade.

Malu Nunes é engenheira florestal pela UFPR, especialista em manejo de áreas protegidas pela Colorado State University (EUA) e mestre em ciências florestais com ênfase em conservação da natureza pela UFPR.


Marcelo Romaniewicz

Marcelo Romaniewicz - vice-presidente da Master Comunicação, conhecida e importante nacional do setor, empresa onde está desde 1999 e onde desenvolveu a exclusiva metodologia de planejamento estratégico para marcas da agência, definida como Brand Mastering.

Marcelo foi um dos responsáveis pelo lançamento da marca TIM no Brasil, além de ter desenvolvido estratégias de comunicação para empresas como Batavo, Electrolux, Matte Leão, Medial Saúde, Unimed e Volvo, entre outras, tendo participado da conquista de nove prêmios Top de Marketing ADVB, além de quatro cases do Marketing Best.

Graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduado em Marketing e Propaganda pela FAE Business School. Adicionalmente, Marcelo tem atuado como professor de cursos de pós-graduação em marketing e palestrante em diversos eventos nacionais na mesma temática.


Miguel Milano

Miguel Serediuk Milano divide seu tempo como Diretor da Permian Global para o Brasil (Fundo de investimentos baseado no Reino Unido para operações com REDD+) e da Milano Consultoria e Planejamento, através da qual integra, entre outros, o Conselho de Sustentabilidade da Novelis (EUA). Também integra os Conselhos de Administração do Instituto LIFE como seu presidente, do FUNBIO-RJ (Fundo Brasileiro para a Biodiversidade), do Forest Trends (EUA) e da Associação e Site de Notícias O Eco, entre outras organizações não governamentais.

Foi representante da Fundação AVINA para o Sul do Brasil e o Pantanal, diretor corporativo de Responsabilidade Social do Grupo O Boticário, diretor executivo da Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, diretor de ecossistemas do IBAMA e diretor da FUPEF (Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná).

Miguel Milano é Engenheiro Florestal, Mestre e Doutor em ciências florestais pela Universidade Federal do Paraná, tendo sido professor da mesma Universidade por 25 anos e cumprido seu pós-doutorado como professor visitante da Colorado State University. Tem um acervo de 20 dissertações de mestrado e teses de doutorado orientadas, mais de setenta trabalhos técnicos e científicos publicados, incluindo três livros, mais de duas centenas de palestras e conferências em eventos nacionais e internacionais relacionados à sustentabilidade e soluções ambientais, responsabilidade social corporativa e investimento social privado, conservação da natureza, planejamento e manejo de áreas protegidas e arborização urbana.


Mirela Sandrini Bonella

Mirela Sandrini Bonella é Gerente do Programa de Comunidades da Forest Trends e representante da instituição no Brasil. Mas também atua como consultora e no conselho de algumas ONGs.

Mirela acumula larga experiência em planejamento e gestão, além de forte vivência em sustentabilidade, tendo trabalhado entre outras corporações, na Phillip Morris, ICI/Zeneca, McKinsey e Vale, com foco no posicionamento corporativo e formação de porta-vozes para representação institucional em temas da sustentabilidade.

Pelo terceiro setor, foi responsável pela criação e gestão operacional do maior fundo de cooperação de origem privada do Brasil, o Fundo Vale, de 2009 a 2014.

Mirela é graduada em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo, possui especialização em gestão ambiental pela FGV-RJ e MBA em gestão de negócios pelo Ibmec-RJ.


Orlando Pessuti

Orlando Pessuti é chefe da Diretoria Administrativa do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), cargo que ocupa desde 25 de março 2015, a convite do governador Beto Richa.

Foi eleito vice-governador do Paraná por duas vezes e exerceu o cargo de governador do Estado por nove meses. Foi também secret´rio Estadual de Agricultura e do Abastecimento e presidente do Conselho de Administração da CEASA, CLASPAR, CODAPAR, EMATER-PR e IAPAR. Também fez parte do Conselho de Administração do BNDES e Itaipu Binacional.

Como deputado, participou da elaboração Constituição do Paraná, foi líder do governo e do PMDB na Assembleia Legislativa e Presidente da Casa. Presidiu diversas comissões permanentes, comissões especiais e comissões parlamentares de inquérito, como a CPI dos Alimentos.

Orlando Pessuti é médico veterinário pela UFPR. Foi deputado estadual por cinco mandatos, representando o Vale do Ivaí e Região Central do estado do Paraná.


Pavan Sukhdev

Pavan Sukhdev é Presidente-Fundador da GIST Advisory, uma consultoria colaborativa que avalia o desempenho (incluindo externalidades) de governos, empresas e ONG’s. Pavan recebeu o premio McCluskey Fellowship em 2011 pela Universidade de Yale, quando escreveu seu livro “Corporation 2020” (lançado em português em 2013 como “Corporação2020”). Baseado no livro foi lançada a campanha “Corporation 2020” no Rio+20, que propõe a corporação do futuro, com externalidades positivas em vez de negativas.

Anteriormente, Pavan foi nomeado líder do projeto encomendado pelo G8+5 chamado The Economics of Ecosystems and Biodiversity (A economia dos ecossistemas e da biodiversidade), mais conhecido como TEEB, um estudo global dos benefícios econômicos da natureza e as consequências sociais e econômicas da sua perda e degradação. Financista de carreira, Pavan entregou o Relatório Preliminar do TEEB em 2008, enquanto ainda trabalhava em tempo integral como Diretor-Gerente do Deutsche Bank, onde sua última tarefa foi o estabelecimento de uma plataforma externa para a divisão de Mercados Globais do banco. Então se juntou ao UNEP - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente para liderar o time de redação do Relatório Final do TEEB e para chefiar as ‘Iniciativas de Economia Verde’ da agência a ONU.

Em 2010 a revista “Environmental Finance” selecionou Pavan como sua “Personalidade do Ano”; em 2011, o Institute of Ecology and Environmental Management, do Reino Unido, o condecorou com sua medalha do mérito anual; em 2012 a UNEP o indicou como seu “Goodwill Ambassador” por seu trabalho contínuo em promover o TEEB e a “Economia Verde”; e em 2013 Pavan foi um dos dois vencedores do "Prêmio de Gotemburgo para o desenvolvimento sustentável", por seu trabalho em trazer o reconhecimento da política de valorização dos serviços da natureza. Possui Bacharelado em Física na Universidade de Oxford.


Philipp Hauser

Philipp Hauser é vice-presidente de mercados de carbono da Engie e tem desenhado e implementado diversos modelos de negócios inovadores nas áreas de mudanças climáticas, de conservação de biodiversidade e de desenvolvimento sustentável.

Suas experiências incluem o desenvolvimento de projetos de mitigação de Gases de Efeito Estufa com o uso de diversos instrumentos económicos, como o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo, estruturas de financiamentos inovadoras e de Fundo Verde, bem como, o diálogo com as partes interessadas no entorno dos empreendimentos. Philipp também se dedica a discussão sobre o desenvolvimento de políticas de mercado de carbono em países emergentes e é coordenador do Grupo de Trabalho em Mudanças Climáticas do Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico Brasileiro e vice-presidente do Project Developer Forum.

Philipp é de origem alemã, possui um mestrado em Química pela Universidade de Freiburg, na Alemanha e um Mestrado em Administração de Empresas pelo Instituto Coppead da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil.


Ricardo Reale

Ricardo Reale é pesquisador e consultor de gestão da sustentabilidade e conservação da biodiversidade. Foi consultor ambiental da Equaliza Ambiental de Botucatu e embaixador do IBSP (International Business of Sustainable Practices), com atividades desenvolvidas em Chicago/IL e em Botucatu/SP. É auditor da metodologia da certificação LIFE desde 2014.

Possui experiência com diagnóstico ambiental de sistemas de gestão, com foco em aperfeiçoar o uso dos recursos naturais por organizações, possibilitando a manutenção dos serviços ecossistêmicos e economia de recursos financeiros.

Reale, é Mestre em Ciências dos Recursos Florestais pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ/USP); especialista em gerenciamento ambiental pela ESALQ/USP; e Biólogo pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP) de Botucatu.


Stephen Donofrio

Stephen Donofrio é Consultor Sênior e Gerente do inovador projeto Supply Change, da Forest Trends, que visa permitir às corporações usuárias acompanhar o progresso de compromissos de fornecedores para remover o desmatamento de suas cadeias de suprimentos.

Adicionalmente Stephen é diretor fundador da Innovations Greenpoint, educador na Arizona State University, no Centro para Cidadania Corporativa do Boston College do Grupo ISOS, além de membro de vários conselhos e grupos de trabalho, incluindo a Associação de Oficiais em Mudanças Climáticas, UNEP-FI (Iniciativa Financeira do Programa das Nações Unidas para o Ambiente) e Sociedade Americana de Engenheiros Florestais.

Anteriormente, Stephen foi vice-presidente da CDP América do Norte (Carbon Disclosure Project) e também trabalhou como economista no Chicago Climate Exchange (CCX).

Stephen é bacharel (B. S.) em Administração de Empresas pela Universidade Villanova (Pensilvânia, EUA).


Vera Lucia Imperatriz Fonseca

Vera Lucia Imperatriz Fonseca é pesquisadora no Instituto Tecnológico Vale Desenvolvimento Sustentável, em Belém (PA), onde coordena a área Biodiversidade e Serviços de Ecossistemas. Nesta posição e decorrente de toda sua profícua carreira, foi co-chair da avaliação Polinizadores, Polinização e Produção de Alimentos da Plataforma Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços de Ecossistemas (UNCBD-IPBES), que apresentou neste ano o seu impressionante documento sobre este tema, que é de importância crucial para humanidade.

Vera fez carreira acadêmica no Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, até ser Professora Titular de Ecologia em 1992, pesquisando abelhas nativas e polinizadores, e abordando do comportamento à ecologia, uso e conservação. Foi também professora visitante na USP de Ribeirão Preto, no Instituto de Estudos Avançados da USP e na Universidade Federal Rural do Semiárido, onde teve contato com os problemas e adaptações à seca.

Vera, que orienta alunos de pós-graduação e pós-doutores, publica em revistas científicas especializadas e avalia projetos de pesquisa no Brasil e no exterior, é graduada em Ciências Biológicas, e possui Mestrado e Doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade de São Paulo.